há 2 dias

A importância do trabalho veterinário na atividade leiteira

A importância do trabalho veterinário na atividade leiteira

O papel do médico veterinário nas propriedades que produzem leite é de fundamental importância, já que ele é o profissional que garante a sanidade do rebanho, cuidando de todas as fases da vida dos animais.

O trato e alimentação do plantel também são de competência deste profissional, bem como o controle de doenças e a prática de bem-estar animal. As orientações ao produtor também contemplam a ordenha, conservação e transporte do leite.

O resultado de um trabalho bem executado é um produto de qualidade e livre de doenças, em uma área que tem se modificado ao longo dos anos. “É notória a tecnificação do setor e, cada vez mais, a assistência técnica (manejos sanitário, alimentar e reprodutivo) se torna mais importante. Transmitir conhecimento é a maior evolução para todos. E as áreas de clínica e cirurgia seguem fortes, visto que saúde e doença são inerentes à vida”, destaca o médico veterinário Dany dos Santos Pereira.

Médico veterinário há 24 anos e associado da Unitec há quase 20, Dany tem atuação na área de pecuária leiteira, prestando assistência técnica, clínica e cirurgia de vacas leiteiras na região, nos municípios de Santa Rosa, Santo Cristo, Tuparendi, Giruá, Senador Salgado Filho, Ubiretama e Cândido Godói.

Atualmente, ele tem convênio com as cooperativas Cotrirosa, de Santa Rosa, e Coopasc, de Santo Cristo. “O trabalho do médico veterinário é de fundamental importância para a atividade leiteira, seja cuidando diretamente dos animais com as atividades de clínica e cirurgia, ou transmitindo conhecimentos ao produtor durante a assistência técnica”, reforça.

De acordo com o profissional, a atividade leiteira encontra-se em tempos de mudança: o número de produtores diminui, ao mesmo tempo em que o número de animais e a produtividade aumenta, bem como o valor unitário dos animais.

“Saber o que e quando usar, seja na clínica ou na assistência técnica, é prioritário, pois apesar do preço do leite ser pequeno, o volume mensal é bastante e qualquer percentual a mais ou a menos interfere bastante na saúde da atividade. E, para conseguirmos isso, além de bons e confiáveis profissionais, um trabalho frequente e contínuo de monitoramento e melhoramento de todas as partes envolvidas na eficiência da atividade leiteira é essencial”, finaliza Dany.
 

Texto: Assessoria de comunicação Unitec
Jaqueline Peripolli / Jornalista MTE 16.999
Foto: Divulgação


há 3 dias

Que mudanças a pandemia traz?

Que mudanças a pandemia traz?
Por Arlete Salante - Psicóloga
Maio 2021

Qual será o resultado de tudo que estamos vivendo? Tudo está mudando para todos nós. Pessoas, profissões, empresas e instituições estão diante da necessidade de lidar com uma grande mudança planetária. Esta mudança se acelerou com a pandemia, contudo, está muito além dela.

A oportunidade de expandir a consciência e transformar modelos antigos e até desfocados da realidade e do tempo atual está dada. Contudo, para quem vive em tempo real, acompanhando e se transformando com as mudanças do novo tempo e, principalmente atenta ao que é realmente útil e funcional para sua vida, não há grandes novidades. É só seguir o fluxo e se desenvolver ainda mais com a realidade atual.

Os desconectados precisam se conectar consigo mesmos e voltar a casa interna para se reverem em escolhas de vida, atitudes, comportamentos, formas de relacionamento, de negócio, etc. O momento pede inteligência, inovação, criatividade, abertura ao novo e ao melhor de cada pessoa.

Há oportunidades de ganho a quem está preparado para viver com o coração e a mente abertos a melhorar e desenvolver sua condição humana. O mesmo vale para o universo digital e as novas formas de interação e negócios.

Entretanto, aprender a lidar com as perdas, que também podem ocorrer, é um desafio que mexe com as nossas vulnerabilidades. Estas, quando compreendidas, evitam o enrijecimento psicológico e facilitam a criatividade e a inovação necessária na vida, nos negócios, nos serviços e também nas relações com outras pessoas. Conviver com o mundo atual e não resistir à adaptação é uma estratégia de inteligência.

Há uma real oportunidade de evolução humana. Nossas escolhas pessoais assertivas, não apenas se refletem na nossa vida, elas vão além disso porque formam a nossa história e contribuem com a melhoria da sociedade.  Esta é o reflexo humano de uma época. Vivemos neste tempo e deixaremos nossa contribuição. Esta é a nossa responsabilidade!

Quais as mudanças que você quer para sua vida?

Se não sabe por onde começar, siga as sugestões que te servem:

- Invista no seu desenvolvimento psicológico: faça psicoterapia e vá na origem dos sintomas ou problemas para se libertar de mecanismos que não servem à vida;

- Amadureça suas percepções refletindo, sem gastar tempo e energia para convencer os outros do seu ponto de vista;

- Aproveite para se encontrar consigo, na volta à casa interna se ocupe com atividades saudáveis, que agreguem valor à sua existência;

- Torne-se um HUMANO melhor para si, mais generoso consigo com as pessoas a sua volta.

 

Muitas são as mudanças que a pandemia traz, a questão é:

Como você pode aproveitar este momento para evoluir com amor e inteligência, ainda que a realidade possa ser dramática e dolorida?