há 1 mês

Unitec e município de Três de Maio mantêm parceria que viabiliza genética com alta tecnologia às propriedades leiteiras

Unitec e município de Três de Maio mantêm parceria que viabiliza genética com alta tecnologia às propriedades leiteiras

A Cooperativa de Trabalho dos Técnicos do Noroeste do Estado do Rio Grande do Sul (Unitec), com sede em Três de Maio, comemora 25 anos de história neste ano. Ao longo desta trajetória de trabalho, muitas parcerias foram sendo construídas e consolidadas.

Uma delas é com o município de Três de Maio. Por meio de convênio, são prestados serviços de inseminação artificial há aproximadamente 20 anos, realizados pelos associados Fábio Turra, Cristiano Dorneles e Fábio Sartor.

De acordo com o prefeito de Três de Maio, Marcos Corso, a parceria com a Unitec é muito importante para o município, pois a inseminação artificial traz às propriedades produtoras de leite uma genética com alta tecnologia, fazendo com que o rebanho de gado leiteiro tenha um padrão elevado de produtividade, agregando valor à propriedade.

“Em Três de Maio, a produção leiteira é uma das principais atividades do município, na qual 256 propriedades produzem mais de 21 milhões de litros/leite/ano. Esta atividade gera uma receita considerável para o município, representando 19% do orçamento anual do setor primário”, revela o secretário de Agricultura e Meio Ambiente, Volmir Rettore.

Para o prefeito Corso, o grupo de profissionais da Unitec é altamente capacitado e sempre oferece treinamentos e cursos relevantes aos produtores, contribuindo para o desenvolvimento da produção agrícola e pecuária da região.

“Gostaríamos de parabenizar a Unitec pelo excelente trabalho prestado à Três de Maio e região nestes 25 anos. Agradecemos a parceria da cooperativa com o município de Três de Maio e desejamos muito sucesso para os associados e clientes”, finalizam.
 

Texto: Assessoria de comunicação Unitec
Jaqueline Peripolli / Jornalista MTE 16.999
Foto: Divulgação


há 1 mês

As forças das parcerias em prol da sustentabilidade é tema de palestra do presidente da Unitec no Paraná

As forças das parcerias em prol da sustentabilidade é tema de palestra do presidente da Unitec no Paraná

Na quarta-feira, dia 1º de dezembro, o presidente da Unitec, Marcelino Colla, palestrou na cidade de Capanema, no Paraná. O evento, sob o tema ‘Gestão de Relacionamento: as forças das parcerias em prol da sustentabilidade’, fez parte da 5ª Semana da Qualidade da Dip Frangos e contou com a presença de produtores integrados, lideranças da Plusval e da Dip Frangos.

Em sua saudação inicial, Colla destacou a importância das parcerias. “Estou feliz de estar aqui, transmitindo aquilo que vivo e acredito. E acredito nos relacionamentos e parcerias.”

Ele começou a palestra com a seguinte frase: “Cada um enxerga e entende as situações como quer. E eu estou enxergando as coisas bonitas que a vida oferece!” Segundo Colla, dados revelam que, em 2020, o agronegócio representou 26,6% do PIB nacional. “Portanto, somos nós que movemos esta economia. Graças a isso, a nossa balança comercial foi positiva no ano passado e será também em 2021.”

Colla também trouxe dados sobre a produção de aves. “Hoje, o Brasil é o terceiro produtor de frango no mundo e o primeiro em exportação. Reflitam sobre isso. É um dado muito significativo e reforça nosso papel de produzir alimentos e nossa responsabilidade enquanto produtores.”

Dando sequência ao tema do encontro, o presidente da Unitec disse que acredita nos relacionamentos e na importância deles porque confia nele e nas pessoas. “Sua vida é resultado das suas ações. E você precisa acreditar em seu potencial para acreditar nos outros. Acreditando em mim, ajudo a tornar as coisas diferentes. Pensando na vida em sociedade, é possível vivermos em comunidade de forma harmônica? Com certeza é! Eu trabalho muito em propriedades rurais. Por isso, tenho a experiência de que o trabalho em grupo nos deixa mais fortes e mais capazes. Por isso, temos que acreditar nas pessoas.”

Para ele, os relacionamentos interpessoais estão cada vez mais difíceis. Mas é preciso usar ferramentas que auxiliem este processo, como o autoconhecimento. “Eu gosto desta frase: ‘Antes de entender de negócio é preciso entender de gente’. Ouvi do professor em uma aula da pós-graduação que estou cursando. E ela faz todo sentido, afinal, são as pessoas que fazem as coisas acontecerem”, defendeu.

O cooperativista também falou sobre resiliência, empatia e sustentabilidade, sendo este último um tema latente, uma vez que a humanidade está refletindo os caminhos a serem tomados. “Sustentabilidade é um dos temas mais atuais da humanidade. Analisemos as três dimensões da sustentabilidade: econômica, social e ambiental. É difícil mantê-las em equilíbrio, mas é necessário para a sustentabilidade do mundo e para a continuidade do nosso negócio”, advertiu.

Então, ele questionou: “De que forma eu posso ajudar na construção da sustentabilidade? Começando a agir no seu local, pensando no global. Isso impacta no mundo. A COP26, por exemplo, trouxe muita reflexão sobre carbono zero, já que ele é um dos grandes agentes responsáveis pelo aquecimento global. Vamos ouvir falar muito sobre isso e cobre como nossas ações farão a diferença.”

Para finalizar o encontro, o presidente da Unitec deixou a seguinte reflexão ao público: “Que legado quero deixar? O que quero construir na minha vida? Lembrem-se que viver não é deixar a tempestade passar. É aprender a dançar na chuva.”
 

Texto: Assessoria de comunicação Unitec
Jaqueline Peripolli / Jornalista MTE 16.999
Fotos: Divulgação